UMA PALAVRA DA AUTORA 

  Nem sempre fui amante da leitura, muitas vezes eu apenas olhava a capa, o título e algumas figuras. As palavras não eram minhas amigas, mas também não cultivava ódio por elas, apenas as ignorava, deixava-as de lado, e decidia usá-las somente em ocasiões necessárias. Um verdadeiro paradoxo!

  Aos doze anos, minha mãe tornou-se a minha professora na escola, e para o meu azar (se é que posso classificar assim), ela sabia o quanto as palavras "Português", "leitura" e "escrita" me atormentavam. Sendo assim, ela iniciou um projeto "livrinhos", o qual exigia basicamente, que cada aluno escrevesse histórias no caderno e depois as reproduzissem em um livrinho feito de folhas  de sulfite e papel colorido.

   Em pouco tempo, isso despertou algo em mim, até então desconhecido: Um verdadeiro amor literário.

   Naquele ano, eu escrevi treze livros infantis e nunca mais parei de escrever.

  No ano seguinte, comecei a devorar os livros da Agatha Christie e  a amar profundamente o Hercule Poirot. Essas leituras, tiveram um impacto direto no meu gênero literário. Comecei a escrever livros com tramas policiais me inspirando na eterna Rainha do Crime. Muitos livros foram escritos nessa época, mas todos ainda são obras inéditas.

Com o tempo fui amadurecendo e minhas histórias policiais ficaram mais complexas. Após muitos incentivos, por familiares e  amigos, tive coragem de mostrar meus textos ao mundo. 

   Em 2018, eu publiquei o meu primeiro suspense pela Amazon "A morte oferece um drink".

  Atualmente, sou formada em Letras e em Jornalismo. Eu amo ler. Leio de tudo, mas minha verdadeira paixão é escrever e espero poder realizar meu sonho de publicar os meus livros e seguir os passos da primeira Rainha do Crime.

  Com esse blog, eu espero que você consiga seu passaporte literário, embarcando comigo nesse TREM para uma viagem inesquecível por terras distantes e mundos desconhecidos que a literatura apresenta!

  Malas prontas? Todos a bordo? Então, boa viagem!