Desafios de um autor

Desafios na escrita!

Muita gente pensa que escrever é apenas sentar-se à mesa e por suas ideias em uma folha e que magicamente as palavras se encaixarão e tudo ficará perfeito e pronto para ser enviado à uma editora e publicado.

É assim que você imaginava a vida de um autor?

Bom, como muitos de vocês sabem, eu sou ESCRITORA! Sim, não apenas de blog, eu escrevo histórias desde dos meus doze anos de idade. Começou com um trabalho de escola, no qual minha mãe era minha professora e nos fazia escrever livros (na verdade, histórias curtas e montá-las como livros) e depois disso, minha vontade e paixão pela escrita só aumentaram. Aos doze, escrevi meu primeiro livro de romance policial com 70 páginas e em seguida mais dois livros, formando assim minha primeira trilogia de romance policial.

Após minha primeira trilogia, muitos outros livros vieram, todos com o mesmo gênero, de romance policial, visto que Agatha Christie sempre foi minha autora favorita e fonte das minhas inspirações.

Entretanto, todas essas obras nunca foram publicadas. Entrei em contato com algumas editoras, algumas me responderam, outras não. Enfim, a grande questão está no meu íntimo, de ter a coragem suficiente para publicar minhas histórias e deixá-las para o mundo.

CALMA! Um dia, eu tenho certeza que essa coragem surgirá e meus livros estarão nas livrarias e vocês poderão apreciar essas leituras.

Mas enfim, como escritora (mesmo que não oficial), acredito ter propriedade para mencionar os principais desafios que um autor encontra ao longo da sua jornada.

Primeiramente, poderia listar o fato de você ter uma boa ideia para colocar no papel, algo que seja gostoso ler, que faça seu leitor "sair da realidade" e entrar em contato com outros mundos, que possa se convencer de que a história é real. Portando, seu texto precisa ter verossimilhança interna.

Um segundo ponto, acredito que o autor precise ter tempo e dedicação para escrever suas obras. A inspiração geralmente surge em momentos inesperados e acredite essas são as melhores. Mas, não pense que o trabalho de um escritor é ficar o dia todo de bobeira esperando uma ideia "cair do céu". Um escritor de verdade, se propõe a doar de seu tempo precioso para a escrita.

Um terceiro aspecto importante, creio ser manter o foco literário. Muitas vezes, quando escrevemos, podemos cair na tendência de "nos perder" ao longo da escrita, ou seja mudar o nosso foco e isso é um dos maiores desafios para um autor. Quando eu escrevo, eu gosto muito de montar um roteiro para a escrita, separando num papel, o que acontecerá em cada capítulo, bem como o nome de cada personagem criado e suas principais características. Isso ajuda muito, e evita que seu texto tenha alguma contradição, pois isso acabaria com todo o seu trabalho literário.

Um quarto ponto a ser considerado, acredito ser o famoso "bloqueio criativo", isso acontece quando você está escrevendo e de repente as ideias somem da sua mente e você não consegue mais continuar a história. Isso geralmente acontece com a maioria dos escritores. Algo que eu gosto muito de fazer antes de escrever o livro, propriamente dito, é escrever o final da história, mesmo que você mude o final é importante já ter um final definido, pois isso evita o "bloqueio criativo".

Após isso, é muito importante que seu texto passe por uma revisão gramatical, pois quando escrevemos raramente percebemos erros graves. Precisamos que outra pessoa, leia nossos textos com um olhar de correção.

Um palavra de cautela: Cuidado ao divulgar seus textos na internet, visto que muitas pessoas mal intencionadas podem "roubar" suas histórias e publicar como se fossem delas. Por esse motivo que eu mantenho meus livros trancados "à sete chaves" e só vou mostrar essas histórias para o mundo por meio da publicação realizado por uma editora séria.

Por último, tenha paixão pelo seu trabalho. É verdade que escrever nem sempre é fácil, mas você se sentirá muito bem quando colocar o último ponto final no seu texto e poder dizer que foi você quem o escreveu!